AR 0.0 [ar_emmeio], 2016

[instalação] nylon, espuma sintética, hastes metálicas, notebook, projetores e televisor CRT. 300 x 500 x 1000 cm

Você entra no cubo branco da sala de exposição, e logo se pergunta, onde estão as obras? Não há quadros nas paredes, e no espaço estão espalhados objetos que lhe são familiares do cotidiano. Não há molduras nem pedestais definindo as obras, então, o que é a obra? Para possivelmente entender o que esta sendo mostrado, é preciso fazer um exercício de mergulhar no espaço, caminhar pela sala como se ela não fosse mais a sala de exposições já conhecida, mas sim um lugar diferente, onde uma nova proposta estética esta sendo apresentada. Espera-se que o público que experimente esta obra esteja sensível a uma compreensão de arte que extrapola o apego a um tema específico, que rejeita qualquer leitura linear que se faça. O exercício agora é de sentir e pensar, deixar-se afetar pelo que chega a você por meio dos vídeos e dos objetos, deste espaço modificado, e principalmente, não buscar uma única ideia do que seja esta obra, mas perceber sua potência de significados possíveis, que você público, terá de buscar.

 

Élle de Bernardini

[curadora]

Galeria Angelita Stefani [exposição individual AR_EmMeio – curadoria Élle de Bernardini]

AR 0.0 [ar_emmeio], 2016

[design da instalação]

© ROSA, Raul Dotto 2018

Fotografia Gabriel Oliveira, Setembro 2016